Xadrez do golpe; Bolsonaro recusa indicação de ala política e vai mesmo de Braga Netto como vice; general deixa cargo no Planalto nos próximos dias; sinal de comando aos militares

Após Jair Bolsonaro praticamente anunciar, neste domingo (26/06), o general e ex-ministro da Casa Civil do Brasil, Braga Netto, como seu candidato a vice-presidente, o general deixará nesta semana o cargo de assessor especial que ocupa no Palácio do Planalto desde abril de 2022.

Braga Netto assumiu a assessoria especial de Bolsonaro após deixar o Ministério da Defesa no final de março, com outros ministros que vão concorrer ao pleito deste ano. Para ficar perto do presidente, o general foi nomeado assessor especial.PUBLICIDADE

O militar está no Rio de Janeiro desde sexta-feira (25/6), quando se encontrou com empresários. Nesta segunda-feira (27/6), representará Bolsonaro na posse do novo Clube Militar, sediado na capital fluminense.

A exoneração está prevista para ser publicada na próxima quinta-feira (30/6), junto a dos demais assessores de Bolsonaro que vão disputar as eleições, diz o Metrópole. Diferente de ministros e secretários, assessores só precisam deixar seus cargos em 2 de julho.