Veja/Paraná: Bolsonaro vence de Lula a Huck em 1º e 2º turnos; taxa de aprovação do governo vai a 50,1%, a maior registrada pela instituto; capitão forte

Levantamento feito pelo Instituto Paraná Pesquisas, por telefone, com 2 036 pessoas no país entre os dias 28 de novembro e 1° de dezembro, para a revista Veja, mostra que a taxa de aprovação do governo Bolsonaro é de 50,1%, a maior já registrada pelo instituto. Na comparação com os levantamentos anteriores, o presidente avançou acima da margem de erro de 2 pontos porcentuais nas três simulações de primeiro turno, sempre acima da casa dos 30%.

Num cenário projetado para o primeiro turno da eleição presidencial de 2022, Bolsonaro aparece com 33,3% de intenções de voto, contra 11,8% para Sergio Moro, 11,2% para nenhum/branco/nulo, 10% para Ciro Gomes, 8,8% para Fernando Haddad, 7,8% para Luciano Huck, 5,7% para Guilherme Boulos, 4,8% para não sabem/não responderam, 3,7% para João Doria e 2,8% para João Amoêdo.

Num total de cinco projeções de confronto em segundo turno, Bolsonaro também aparece com ampla vantagem, entre as casas de 40% a 50% das intenções de voto, dependendo do oponente. À esquerda, Ciro e Lula contabilizam desempenhos semelhantes, na faixa de 30%. Mais ao centro, Moro é quem mais se aproxima do capitão, ficando cerca de 10 pontos abaixo dele. Outros nomes do mesmo espectro, Doria e Huck cravaram abaixo do desempenho do ex-juiz, com 23,8% e 29,7%, respectivamente.