Vecina: “Vamos chegar aos 800.000 mortos por Covid graças ao presidente da República”; país deve atingir marca de meio milhão de óbitos na pandemia na próxima semana

Convidado da bancada do Jornal da Cultura desta quinta-feira (17), o médico sanitarista Gonzalo Vecina alertou que, enquanto a população brasileira não alcançar uma boa imunização proporcional contra a Covid-19, o número de mortes pela doença pode chegar próximo a um milhão.

“Vamos chegar próximo a um milhão de mortes até termos cobertura vacinal. Temos que lembrar como foi a evolução disso. Como foi sair de 100 mil para 200? E de 200 para 400? Vamos chegar seguramente nos 800 mil mortos graças ao presidente da república”, declarou.

Leia Também: Bolsonaro erra ao dizer que programa da Nasa pretende “levar 1ª mulher ao espaço”

O presidente Jair Bolsonaro já comunicou que tem a intenção de desobrigar o uso de máscaras para pessoas que já se infectaram com o novo coronavírus.

Até o momento, o Brasil soma 493.837 mortes pela Covid-19. A média de mortes pelo vírus cresceu 8% nos últimos sete dias, com 2.007 óbitos. O país tem 24.136.412 pessoas imunizadas com duas doses da vacina, cerca de 11,40% da população.

Assista ao comentário de Gonzalo Vecina que foi ao ar esta quinta-feira (17) no Jornal da Cultura.