Vale tudo; Saúde negociou Pfizer e AstraZeneca com intermediário policial americano aposentado; busca maluca por comissão

ONG Senah (Secretaria Nacional de Assuntos Humanitários), autorizada pelo Ministério da Saúde a negociar a compra de vacinas, buscou doses com uma empresa nos Estados Unidos gerenciada por um policial aposentado que foi afastado das ruas por suspeita de corrupção. As informações são de reportagem do jornal Folha de S.Paulo.

De acordo com a publicação, a ONG discutiu com a empresa International Covid Solutions Corp a possibilidade de compra de vacinas da Pfizer e da AstraZeneca –que nega negociar venda para empresas privadas.

A International Covid Solutions Corp foi criada em janeiro deste ano. A companhia é presidida por Charles Ramesar. É gerenciada pelo policial aposentado de Nova York Rudranauth Toolasprashad, conhecido como Rudy –ele foi investigado num escândalo de suspeita de propina no início dos anos 2000, mas acabou não sendo processado.

Já a Senah é comandada pelo reverendo Amilton Gomes de Paula. Ele foi convocado a depor na CPI da Covid e deve comparecer ao Senado na 3ª feira (3.ago.2021). A organização discutiu, por exemplo, a compra de 400 milhões de doses da AstraZeneca por meio da Davati Medical, também sediada nos EUA.

Procurados pela Folha, os integrantes da ONG e da empresa nos EUA dizem que essas negociações não prosperaram.Leia MaisTÓPICOS PARA VOCÊ

MAIS PARA VOCÊ

Mais frio? Veja como fica o clima durante a semana Veja São PauloBrasil atinge marca de 100 milhões de pessoas vacinadas Veja São PauloSTF decide sobre Bolsonaro e atuação de Braga NettoBRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) – Em meio à tensão institucional causada pelos recentes ataques do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) a integrantes do STF (Supremo Tribunal Federal), a corte volta do recesso nesta semana com julgamentos importantes e que podem gerar novas brigas entre os Poderes. No segundo semestre, o tribunal definirá o formato do depoimento do chefe do Executivo no inquérito que apura a suposta interferência dele no comando da… Folha de S.PauloForça-tarefa de SP autua Espaço das Américas por show do cantor Belo… Folha de S.Paulo

Abert repudia pedido para quebrar sigilo bancário da Jovem Pan na CPI da Covid EstadãoMais de 2 milhões de vacinas da Pfizer chegam hoje ao país VEJA.comCovid matou mais policiais do que violência no Rio de Janeiro IstoÉRobô encontra navio naufragado há mais de 2 mil anos carregado de vinho na Itália RedeTV!

Paes apaga Nuzman de foto publicada para elogiar Rebeca AndradeSÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (PSD), publicou no Twitter uma foto de 2015, da inauguração do Centro de Treinamento de Ginástica Artística, mas alterou a imagem e retirou Carlos Arthur Nuzman, que era presidente do COB (Comitê Olímpico do Brasil) na época, da fotografia. O post foi feito em comemoração ao ouro da ginasta Rebeca Andrade na disputa do salto, neste domingo (1º). “Saltando eu não tenho foto…. Folha de S.PauloGaby Amarantos completa 43 anos: ‘Comemorando… EstadãoTropa de choque feminina de Arthur Lira domina cargos-chave… VEJA.comChefe da junta militar de Mianmar promete eleições em dois anos IstoÉArtistas restauram Escadão Marielle Franco, vandalizado com tinta… Folha de S.PauloRoberto Requião anuncia saída do MDB após perder disputa pelo… EstadãoCiro Nogueira quer monitorar as chances eleitorais de Bolsonaro VEJA.comPetrobras diz que não há definição sobre participação em programas sociais IstoÉHenrique Fogaça tranquiliza fãs após queda no Masterchef… Folha de S.PauloVettel protesta contra governo húngaro e usa capacete arco-íris em… EstadãoMédia móvel de mortes por covid cai para abaixo de mil pela 1ª vez em 6… IstoÉAfundamento em Maceió já atinge 4.500 comerciantes e realoca até hospital Folha de S.PauloAfeto ancestral: Djamila Ribeiro lança novo livro ‘Cartas para Minha Avó’ EstadãoTaleban lança grande ofensiva para tomar cidades-chave no… Folha de S.PauloMuitos Lázaros EstadãoApós mês do Orgulho LGBTQIA+, discussões e patrocínio desidratam Folha de S.PauloArte de ressignificar: Sonia Gomes apresenta a exposição Lágrima EstadãoPara combater fake news sobre vacina, Biden abre guerra contra redes sociais Folha de S.PauloNilton Bonder: Autoestima x Confiança Estadão

Prédios mudam regras para aluguéis por temporada tipo Airbnb Folha de S.PauloO melhor do Brasil: as brasileiras EstadãoEduardo Costa recusa DNA a mulher que diz ser mãe biológica dele Folha de S.PauloDiálogo como recusa à violência para lidar com as divergências; leia… EstadãoPensionistas de antigos ministros da Justiça militar ganham 30% a… Folha de S.PauloAlto Escalão: Sérgio Rial muda de cargo no Santander EstadãoGoverno quer negociar precatórios para garantir reformulação do Bolsa Família em… Folha de S.PauloEletrobras vai investir R$ 8,3 bi em modernização Estadão

Centrão avança sobre Planalto e tenta pôr fim ao voto impresso Folha de S.PauloCom Ciro Nogueira na Casa Civil, Progressistas prepara plano de… EstadãoCineastas afegãos temem perseguição com possível volta do Taleban ao poder Folha de S.PauloUm mundo em dois tempos EstadãoFacebook corre atrás de rivais para conquistar criadores de conteúdo EstadãoProfessores vão de casa em casa para trazer alunos de volta à escola em SP Folha de S.PauloPolarização no Brasil supera média mundial e causa mais tensão que… Estadão

Projetos propõem a retirada de símbolos escravagistas Folha de S.PauloPara Macaé, o futuro está nas térmicas EstadãoEstátuas contestadas contam com proteção legal no Reino UnidoBRUXELAS, BÉLGICA (FOLHAPRESS) – Um ano depois de terem sido cobertas de tinta vermelha, derrubadas, pichadas e atacadas, estátuas de figuras históricas controversas resistem em pedestais no Reino Unido e na Bélgica, dois dos países europeus em que esses protestos ocorreram após a morte de George Floyd, em maio de 2020. Uma das poucas figuras que perdeu o lugar foi a de Edward Colston, derrubado e jogada por manifestantes no rio Avon, em… Folha de S.PauloEm dia de atos a favor do voto impresso, Bolsonaro volta a ameaçar eleição… ReutersTSE explica como é o boletim de urna impresso quando a eleição acaba Poder360França: ministro anuncia plano para fazer do combate à violência… RFIGarotos tentam espantar o frio em Minas e acabam morrendo em incêndio EM.com.brGiovani sobre acidente: “o cinto de segurança fez total diferença” Veja São Paulo

https://cdn.adaptv.advertising.com/msft/msftsync.html