Vacina de Oxford a caminho; Anvisa autoriza compra de 2 milhões de doses

Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) atendeu a um pedido de importação excepcional de 2 milhões de doses da vacina contra a Covid-19 da Oxford, feito pela Fiocruz no dia 31 de dezembro. A aprovação da agência foi dada no mesmo dia e visa garantir a compra de lotes já produzidos do imunizante produzido pela Universidade de Oxford e pela farmacêutica AstraZeneca.

O aval da agência não libera a aplicação da vacina. Para isso, a Fiocruz terá que fazer o registro do imunizante ou conseguir o aval da Anvisa para seu uso emergencial. Esse pedido deve ser feito na próxima semana, de acordo coma fundação.

A Fiocruz espera conseguir antecipar seu cronograma de vacinação no Brasil com essa autorização para a importação do primeiro lote de doses. A fundação tem uma parceria com a AstraZeneca e prevê a produção de mais 100 milhões de doses ao longo do primeiro semestre do ano.