Todos na poeira de Russomanno; candidato de Bolsonaro e da Universal marca 29% no Datafolha, contra 20% de Covas, 9% de Boulos e 8% de França; ‘bispo’ Macedo diz que nem conhece deputado, mas já orou com ele (foto)

O deputado federal Celso Russomanno (Republicanos) lidera a primeira pesquisa do Instituto Datafolha sobre a eleição para a prefeitura de São Paulo após a confirmação das candidaturas. Divulgado nesta quinta-feira (24), o levantamento tem Russomanno com 29% das intenções de voto e o atual prefeito, Bruno Covas (PSDB), em segundo lugar, com 20%. Eles são seguidos por Guilherme Boulos (PSOL), com 9%; e Márcio França (PSB), com 8%.

Com 2%, aparecem Jilmar Tatto (PT), Arthur do Val (Patriota), Andrea Matarazzo (PSD) e Vera Lúcia (PSTU). Já cinco candidatos têm 1% de intenção de voto: Joice Hasselmann (PSL), Levy Fidelix (PRTB), Marina Helou (Rede), Orlando Silva (PCdoB) e Filipe Sabará (Novo).

Entre os entrevistados, 4% disseram não saber em quem votarão e 17% declararam voto em branco, nulo ou para nenhum candidato.

O Datafolha ouviu presencialmente 1.092 eleitores nos dias 21 e 22 de setembro. A margem de erro da pesquisa é de três pontos percentuais para mais ou para menos, com nível de confiança é de 95%.

MACEDO RENEGA RUSSOMANNO COM MEDO DE PASSAR-LHE REPRESSÃO

O bispo Edir Macedo, líder da Igreja Universal do Reino de Deus e dono da Rede Record, usou seu culto anteontem em SP para rebater a informação de que o candidato a prefeito Celso Russomanno (PRB-SP) é ligado a ele. Disse que “nem conhece o cidadão”. E culpou “a mídia, que bate, bate, bate”, por espalhar essa “estupidez”. Macedo pregou para cerca de 6.000 fiéis (segundo a igreja) no templo da avenida João Dias, em Santo Amaro.

Bispo Edir Macedo diz que nem conhece Celso Russomanno

“Este mundo todo me odeia. Não é verdade? É ou não é? Nos jornais, metem o cacete no bispo Macedo. Eles dizem: esse país só vai mudar quando o bispo Macedo morrer.”

s fiéis respondiam “sim, sim, sim!” às falas do líder evangélico. “[A mídia] diz que tem um candidato aí… “Ah, é o bispo Macedo que está por trás”. Olha a estupidez. Nem conheço o cidadão, nem conheço”, disse, sem citar nominalmente o candidato.

“Eu tenho a Record. Vou na Record uma, duas vezes no ano. É ignorância, é muita estupidez. Você acha que vou abrir mão daquilo que gosto, que faço com prazer… [ininteligível] para ficar cuidando de outras coisas?”, disse.