Temer se torna réu nas duas pontas eixo Rio-São Paulo; ex-presidente encurralado pela Lava-Jato

A Justiça aceitou nesta terça-feira (2) duas denúncias contra o ex-presidente Michel Temer. Ele e outras 13 pessoas, incluindo o ex-ministro Moreira Franco, se tornaram réus acusados de desvios na Eletronuclear.

As denúncias foram feitas pelo Ministério Público Federal (MPF) na última sexta-feira, com base em investigações da força-tarefa da Operação Lava Jato no Rio de Janeiro.

A investigação está relacionada com as obras da usina nuclear Angra 3. De acordo com o MPF, o consórcio responsável pela obra pagou propina ao grupo político do ex-presidente para realizar o serviço.

Na Justiça de São Paulo, com base em uma das denúncias, Temer virou réu pelos crimes de peculato e lavagem de dinheiro. A outra o tornou réu por corrupção e lavagem de dinheiro. A defesa do ex-presidente alega que as acusações se baseiam apenas em suposições.