Solidariedade, de Paulinho da Força, discute impeachment de Bolsonaro; PSD, de Kassab, monta comissão para acompanhar assunto

O presidente nacional do SolidariedadePaulinho da Força, anunciou nesta terça que agora seu partido é favorável ao impeachment do presidente Jair BolsonaroGilberto Kassab, do PSD, por sua vez, anunciou a criação de um conselho para acompanhar a pauta.

Em entrevista à CNN Brasil, Paulinho afirmou que o Solidaridade se reunirá na quarta-feira para “tomar uma decisão favorável ao impeachment”. “Dessa maneira saindo na neutralidade e indo para uma posição mais firme e mais dura contra o presidente da República”, disse.

Kassab, por sua vez, anunciou a criação de uma comissão que será formada por Nelsinho Trad e Antonio Brito, líderes do PSD no Senado e na Câmara, respectivamente. “A cada dia vemos aumentar a instabilidade e o PSD está acompanhando essa situação com muita atenção”, afirmou Kassab à Folha.

A mobilização dos dirigentes partidários acontece após os fracassados atos golpistas promovidos pelo presidente Jair Bolsonaro neste 7 de setembro. Mesmo com mobilizações com algo entre 5% e 6% do público esperado em Brasília e São Paulo, o mandatário decidiu elevar ainda mais o tom contra o STF.