Só reforma da Previdência não faz verão: “Para entrar na ofensiva, empresário olha a circunstância toda”, diz Mendonça de Barros

BR: Somente a aprovação da reforma da Previdência não vai mudar, do dia para a noite, o quadro generalizado de dificuldades da economia brasileira. É esse o consenso que já vai sendo firmado entre os principais economistas do País.

“Para sair de uma posição defensiva para a ofensiva, o empresário olha a circunstância toda”, resume o ex-presidente do BNDES Luiz Carlos Mendonça de Barros. Ele quer dizer que, sem medidas de curto prazo de estímulo à produção e ao consumo, a tendência é a de um ano sem crescimento.

“Não se explica essa queda brutal de expectativa de PIB para este ano a não ser por essa perda de elã dos agentes econômicos, incluindo o consumidor”, completa Mendonção.

Em outras palavras: o motor é a confiança!