Show de incompetência; Saúde só consegue comprar 3% das seringas que precisa para vacinar; 7,9 milhões adquiridas contra necessidade de 331 milhões

O Ministério da Saúde só conseguiu comprar 7,9 milhões das 331 milhões seringas que precisava para aplicar as vacinas contra covid-19.© CDC (via Unsplash)

O processo de compra foi feito por meio de pregão eletrônico. A informação é da Folha de S.Paulo.

De acordo com o jornal, o preço cobrado pelas empresas ficou acima do valor estipulado pelos técnicos do governo. Isso teria frustrado o pregão.

O edital lançado na semana passada pelo governo estipulava a compra de 4 modelos diferentes de agulha.

A aquisição das seringas e agulhas consta no PNI (Plano Nacional de Imunização), documento que foi enviado ao Supremo pelo Ministério da Saúde e que será apresentado publicamente na manhã desta 4ª (16.dez) pelo governo federal.