Senador do PT acusa Braga Netto de mandar coronel espioná-lo: “Ameaça autoritária de um tempo que achávamos que havia passado”, diz Rogério Carvalho; denuncia à CPI

senador Rogério Carvalho disse à CPI da Covid, nesta terça-feira (3), que o ministro da Defesa Walter Braga Neto enviou um coronel do Exército para espionar sua vida. © Flickr Senado

“Fui surpreendido na semana passada com a informação de um amigo que recebeu um coronel do Exército, para bisbilhotar minha vida. Eu quero dizer ao senhor Braga Neto que enviou um missionário contra um parlamentar: eu não tenho medo, e ninguém vai me intimidar!“, publicou o senador no Twitter após fazer sua declaração à CPI. 

Fui surpreendido na semana passada com a informação de um amigo que recebeu um coronel do Exército, para bisbilhotar minha vida. Eu quero dizer ao senhor Braga Neto que enviou um missionário contra um parlamentar: eu não tenho medo, e ninguém vai me intimidar! pic.twitter.com/eWdAlzKIUG— Rogério Carvalho 🇧🇷🏴 (@SenadorRogerio) August 3, 2021

Leia também: Com taxa abaixo de 50%, SP registra menor média de ocupação de UTIs para Covid-19 em 2021CPI da Covid ouve reverendo que negociou vacinas em nome do governo

“Quero dizer que eu não abrirei mão das minhas convicções, que eu entrego a minha vida pela causa que eu defendo e que ninguém vai me intimida. Quero dizer que aquele requerimento que eu pedi que fosse feito pela presidência desta Comissão, solicitando os registros, os segredos ou sigilos telemáticos do ministro da Casa Civil para o Ministério da Saúde, que por favor, depois dessa ameaça, é o mínimo que a gente pode fazer pra esclarecer e dizer, não não pra confrontar, mas pra dizer que essa CPI não se curva a ameaças autoritárias de um tempo que achávamos que já tínhamos superado”, completou Rogério Carvalho durante a sessão desta terça.