Reincidente; bolsonarista é preso outra vez por violar 36 vezes o monitoramento da tornozeleira eletrônica; R$ 100 mil de fiança, impõe Alexandre de Moraes

A pedido da Procuradoria-Geral da República, o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, acatou pedido para que o deputado federal Daniel Silveira seja preso novamente.

Notícias relacionadas

De acordo com a CNN Brasil, o parlamentar violou por 36 vezes o monitoramento da tornozeleira eletrônica, uma das regras para a prisão domiciliar em que se encontrava.https://c85da237cd1a3887dfc448856402124f.safeframe.googlesyndication.com/safeframe/1-0-38/html/container.html

Em uma das ocasiões, Daniel Silveira chegou a ficar cinco horas sem emitir sinal para a Polícia Federal, conforme determinou a Justiça.

Ainda segundo a emissora, o deputado foi levado ao Instituto Médico Legal do Rio de Janeiro na tarde desta quinta-feira, 24, para o exame de corpo de delito, processo necessário antes e após o ingresso ao sistema penal.

Alexandre de Moraes impôs ainda uma fiança de R$ 100 mil como pena pela infração.