Brasília - O relator, deputado Onyx Lorenzoni, durante audiência pública da Comissão Especial que analisa projeto de lei com medidas contra a corrupção (PL 4850/16). (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Reforma tributária nasce torta: Onyx ‘sempre ele’ Lorenzoni proporciona mais uma trapalhada política

BR: O ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, está no meio de mais uma trapalhada política. Enquanto a frente parlamentar da reforma tributária promete a ele até 200 votos para o governo, desde que sua proposta sobre o tema tenha apoio oficial, Onyx parece estar prestigiando a iniciativa do economista Bernardo Appy. É tudo o que a frente parlamentar não quer, ainda que o projeto de Appy, protocolado na semana passada, tenha o respaldo do presidente da Câmara, Rodrigo Maia.

As reclamações dos parlamentares da frente, segundo o colunista Guilherme Amado, da revista Época, apontam para um ziguezague de Onyx. Nos bastidores, o ministro promete apoio ao projeto que a frente ainda elabora, mas na prática não tem feito nada para impedir que a proposta de Appy ocupe o espaço de debates mais rapidamente.

Nos últimos dias, Onyx tem tentado apagar o incêndio que próprio acendeu, com sua indecisão. Ele prometeu marcar uma reunião da bancada com Paulo Guedes, mas os deputados da frente parlamentares, agora, estão como São Tomé: só vão acreditar quando o encontro se realizar. ffffff