Randolfe vê Bolsonaro investir “no Covaxingate e em lives patéticas contra a democracia”; “Ele não merece o nosso país”

O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), vice-presidente da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Covid, criticou nesta 6ª feira (30.jul.2021) o presidente Jair Bolsonaro. O congressista voltou a se referir ao caso Covaxin como “Covaxingate” e classificou como “patéticas” as lives semanais do mandatário nas redes sociais.

As declarações foram feitas em seu perfil no Twitter. Randolfe comentou sobre a taxa de desemprego no Brasil no trimestre encerrado em maio (março, abril e maio), que ficou em 14,6% e atinge 14,8 milhões de pessoas no país. 

Segundo o senador, a “vacinação em massa seria uma solução eficiente para a alta do desemprego no país”.

“Mas o presidente da República preferiu investir no Covaxingate e em lives patéticas atacando à democracia. Irresponsabilidade que custa vidas! Eles não merecem o nosso país!”, declarou.© Fornecido por Poder360

Nessa 5ª feira (29.jul.2021), ao comentar sobre o depoimento do ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello à PF (Polícia Federal) no inquérito que investiga se o presidente cometeu crime de prevaricação, Randolfe disse que “prevaricação é apenas a hipótese mais ‘econômica’ para os atos de Bolsonaro”.

Para o senador, “há a possibilidade de que haja crime muito mais grave praticado: o de corrupção passiva”.