PT não comemora redução da pena de Lula pelo STJ; recurso ao STF é tendência no partido

BR: O PT não pretende comemorar a decisão do STJ, que reduziu a pena do ex-presidente no caso do tríplex do Guarujá de 12 anos e 1 mês para 8 anos e 10 meses, o que pode dar ele o direito ao regime semiaberto em setembro.

“Não é um tema a ser comemorado”, disse o líder do partido na Câmara, Paulo Pimenta. “A única questão é o reconhecimento da pena exagerada, o que reforça nosso argumento sobre as questões políticas desse processo”.

Pimenta manifestou que a defesa de Lula deve abordar o STF com questionamentos constitucionais sobre o processo que condenou o ex-presidente.