PT faz suspense e adia para 2021 decisão de apoiar Rossi; partido de Gleisi pode por aliança anti-bolsonaro a perder

Após acenar com um apoio à candidatura de Baleia Rossi (MDB-SP) à presidência da Câmara, a bancada do PT decidiu ganhar mais um tempo.

Em reunião nesta terça, 29, o partido resolveu deixar a decisão para 2021.

Os deputados voltam a discutir o assunto dia 4 de janeiro.

Baleia Rossi é aliado de Rodrigo Maia e, mesmo tendo sido um dos principais líderes do golpe organizado por Temer, de quem é ligado, tenta vender a ideia de é a melhor opção se comparado ao candidato do presidente Jair Bolsonaro, Arthur Lira (PP-AL).

decisão de adiar a decisão para 4 de janeiro é do PT, mas o partido integra uma frente junto com PSB, PDT e PCdoB. Não está descartada a hipótese de uma candidatura própria envolvendo os partidos de esquerda.

O PSOL já se manifestou em relação ao tema: o apoio ao sócio de Temer no golpe não está no radar do partido, por enquanto.

A eleição para as presidências da Câmara e do Senado acontecem em 1o de fevereiro.