Previdência volta à estaca zero: “O mundo caiu”, diz ponta de lança Marinho. “Deu uma degringolada. Vamos recomeçar a relação dentro do Congresso”

BR: Quadro mais destacado do governo Bolsonaro para a articulação política e técnica da PEC da Previdência, o secretário especial Rogério Marinho admitiu que “o mundo caiu” e, com isso, a articulação política a favor do projeto “deu uma degringolada”.

Ele foi claro em admitir que as conversas voltaram ao ponto zero. “Vamos recomeçar as conversas com o Congresso”, disse Marinho, o ponta de lança do ministro Paulo Guedes entre os políticos. O secretário foi o responsável, praticamente sozinho, pela elaboração e aprovação da reforma trabalhista, que enfraqueceu as relações de trabalho e arruinou financeiramente os sindicatos. Ele sabe fazer contas políticas, acertando seus prognósticos de placares de votações importantes na pauta da direita.

Se Rogério Marinho está dizendo que para o governo o mundo caiu, é porque foi.