Poder 360: só 29 dos 66 deputados da CCJ declaram apoio à PEC da Previdência

Apenas 29 deputados entre os 66 integrantes titulares da CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) da Câmara declaram apoio aberto à reforma da Previdência no colegiado. A proposta está pronta para ser votada no colegiado. Outros 18 se dizem abertamente contrários ao texto, segundo enquete realizada pelo Poder360.

Há também 13 que preferem não declarar seu voto. A maior parte desse grupo é composta por integrantes do Centrão: DEM (2), PP (2), PSD (1), PRB (1), MDB (1) e PSDB (1). Além deles, há deputados “indecisos” do PDT (1), Podemos (2), Pros (1) e PSL (1).

Foram entrevistados nesta semana 60 dos 66 deputados titulares da CCJ. As entrevistas foram realizadas de 8 (2ª feira) a 12 (6ª feira) de abril de 2019.

Para aprovar a admissibilidade da reforma da Previdência na CCJ é necessário que, pelo menos, 50% mais 1 dos 66 integrantes titulares do colegiado estejam presentes à sessão –ou seja, 34. Com esse quorum mínimo atingido, basta ao governo maioria simples para vencer e aprovar o projeto.

Em teoria, portanto, está fácil para o Palácio do Planalto ganhar.

Chama a atenção, entretanto, que os partidos em teoria simpáticos ao governo e à reforma da Previdência tenham só 29 votos declarados publicamente a favor do projeto.

A esta altura, seria natural que 35 ou mais governistas da CCJ já falassem em público defendendo a admissibilidade do projeto.