PF nas ruas; 72° fase da Lava-Jato, operação ‘Navegar é Preciso’ prende e apreende SP, RJ e AL; desvios na Transpetro

 A Polícia Federal cumpre na manhã desta quarta-feira mandados de prisão e busca e apreensão em Alagoas (Maceió), São Paulo (São Paulo) e Rio de Janeiro (Niterói e Ilha do Governador). Denominada “Navegar é preciso”, a 72ª Fase da Lava- Jato foi autorizada pela 13ª Vara Federal em Curitiba/PR.

De acordo com as investigações, foi identificada um esquema de fraude em licitações para pagar propina a altos executivos da Petrobras envolvendo a Transpetro, empresa responsável pelo transporte de combustível e pela importação e exportação de petróleo e derivados.

São investigados crimes de corrupção e lavagem de dinheiro, que teriam sido praticados no contexto de licitação e celebração de contratos de compra e venda de navios celebrados pela Transpetro com um estaleiro da Ilha do Governador decorrente do programa do governo para a reestruturação da indústria naval brasileira. Os contratos teriam causado à Transpetro prejuízos de mais de R$ 600 milhões.

A PF afirma que foram revelados indícios de que teria havido pagamento de vantagem indevida por parte dos investigados em troca do favorecimento e direcionamento de estaleiro em licitação para celebração do contrato milionário, para a construção e fornecimento de navios, dentre eles aqueles do modelo Panamax, cujo valor combinado foi de R$ 857 milhões.