Perfil de Salles chama Maia de ‘Nhonho”; ministro nega autoria de post e fecha conta no Twitter; nova intriga em Brasília

O ministro Ricardo Salles (Meio Ambiente) negou a autoria de publicação, feita na noite de 4ª feira (28.out.2020), em que ofendia o presidente da Câmara dos DeputadosRodrigo Maia (DEM-RJ).

Na manhã desta 5ª feira (28.out), Salles afirmou que sua conta foi utilizada indevidamente por outra pessoa. Declarou que, “apesar de diferenças“, mantém relação cordial com Maia. Em seguida, desativou sua conta no Twitter.© Fornecido por Poder360

Menos de 40 minutos após a publicação em que o ministro negou a autoria do comentário, não era possível localizar o perfil do ministro nas redes sociais.© Fornecido por Poder360

Na noite anterior, mensagem publicada a partir da conta de Salles chamou o presidente da Câmara de “Nhonho”, em referência ao personagem do seriado Chaves. A ofensa foi escrita em resposta a comentário publicado pelo deputado dias antes, em 24 de outubro.© Fornecido por Poder360

ENTENDA O EMBATE

O comentário de Maia foi uma crítica ao desentendimento que o ministro do Meio Ambiente teve com seu colega de governo Luiz Eduardo Ramos, a quem chamou de “Maria Fofoca”.

A irritação de Salles se deu por causa de uma nota (para assinantes) publicada pela jornalista Bela Megale, no jornal O Globo, com o título “Salles estica a corda com ala militar do governo e testa blindagem com Bolsonaro”.

A reportagem não cita Ramos. O Poder360 apurou que Salles ficou furioso e tem segurança de que a fonte da jornalista Bela Megale teria sido Ramos.