Pelo Twitter, Bolsonaro ataca Folha, se diz protetor do emprego e volta a fazer campanha por fim do isolamento social