Rio de Janeiro - Procurador do Ministério Público Federal e coordenador da força tarefa da Operação Lava Jato, Deltan Dallagnol, fala no Congresso da Associação Brasileira de Private Equity & Venture Capital (Fernando Frazão/Agência Brasil)

Pegou mal – e Lava-Jato recua de montar fundação de R$ 2 bilhões com dinheiro da Petrobras

A força-tarefa da Operação Lava Jato junto ao Ministério Público Federal decidiu suspender os trâmites da homologação de uma fundação para gerir recursos devolvidos pela Petrobrás de R$ 2,5 bilhões, segundo nota divulgada nesta tarde pela Procuradoria.

“Diante do debate social existente sobre o destino dos recursos, a força-tarefa está em diálogo com outros órgãos na busca de soluções ou alternativas que eventualmente se mostrem mais favoráveis para assegurar que os valores sejam usufruídos pela sociedade brasileira”, afirma o texto. O órgão acrescenta que o valor está depositado em conta judicial vinculada à 13.ª Vara Federal de Curitiba, com rendimento pela Selic.