Assista: “Para conversar com doido, só outro doido”, oferece-se deputado “ex-gay” para convencer Bolsonaro contra armas

BR: De folclore a Câmara dos Deputados está cheia. E mais uma cena divertida acaba de ser escrita. O personagem já é a chamada ‘figuraça’ em si mesmo, o Pastor Izidoro, aquele deputado baiano que ficou famoso em todo o Brasil ao se declarar “ex-gay” e ter atribuído a “cura da doença” à religião.

Desde então, ele cumpre seu mandato com a Bíblia sempre à mão, muitas vezes aberta e levantada, pregando a palavra de Deus entre os infiéis do Congresso, no melhor estilo beato nordestino.Ontem, Pastor Isidório ocupou a tribuna da Câmara para um discurso breve, mas profundo em objetivo: convencer o presidente Jair Bolsonaro a rasgar, página a página, o decreto das armas – e retomar o puro e simples cumprimento do Estatuto do Desarmamento.

As credenciais para convencer o presidente, o Pastor Izidoro deixou logo claras:

“Sou conhecido como doido, e para conversar com um doido, só outro doido”, cravou o pregador, despertando sonoras gargalhadas no plenário.

A Bolsonaro e tantos outros, como por exemplo o autodeclarado filósofo Olavo de Carvalho – aquele de dois palavrões por frases -, está feito o convite.

Sem dúvida vai sair muita conversa.