Novo chefão da Casa Civil é investigado por sonegar R$ 17 milhões em impostos; com Ciro Nogueira, Bolsonaro perde a vergonha de se assumir

Novo chefão da Casa Civil, o senador Ciro Nogueira é alvo de cobranças da Receita Federal na casa dos R$ 17 milhões.

Auditores fiscais apontam que houve omissão de rendimentos e cobram o recolhimento dos impostos aos cofres públicos.

O valor se refere a débitos lavrados em 2017 e 2018.

Um deles, refere-se a um suposto pagamento de propina de R$ 6,4 milhões pelas empresas JBS e UTC, investigado no Supremo Tribunal Federal (STF).

O outro caso é relacionado a transações financeiras envolvendo empresas de Ciro que não foram devidamente declaradas, segundo o Fisco.

Em 2019, os autos de infração justificaram ações de busca e apreensão em endereços ligados a ele.

Com informações do Globo.