Nise nega à CPI ter pedido mudança na bula da cloroquina; Manetta e Torres disseram que sim; alguém mente

Em depoimento à CPI da Covid nesta terça-feira (1), a oncologista e imunologista Nise Yamaguchi negou ter solicitado alteração na bula da cloroquina durante reunião com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Tanto no depoimento do ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta como no do diretor-presidente da Anvisa, Antônio Barra Torres, foi dito que a médica minutou o decreto que determinaria a mudança.

Barra Torres disse em seu testemunho que se irritou com a iniciativa de Yamaguchi. “Quando houve uma proposta de uma pessoa física fazer isso, isso me causou uma reação um pouco mais brusca. Eu disse: ‘Olha, isso não tem cabimento, isso não pode’. E a reunião, inclusive, nem durou muito mais depois disso”.

É mais uma possível mentira da médica, que já deu várias declarações enganosas em seu depoimento.

O presidente da CPI, senador Omar Aziz (PSD-AM), afirmou que deve ser feita uma acareação entre a médica e o presidente da Anvisa para esclarecer a questão da minuta.