Na CIA fora da agenda, Bolsonaro trata de “temas internacionais da região”; espionagem sobre países latino-americanos

O presidente Jair Bolsonaro foi visitar a agência de inteligência americana, a CIA, na manhã desta segunda-feira, em Washington. A visita não constava da agenda oficial do presidente, que, segundo a assessoria, estaria em compromissos “privados” no período da manhã.

O anúncio da agenda foi feito pelo filho de Bolsonaro, deputado Eduardo Bolsonaro (PSL), via Twitter. Na rede social, o deputado anunciou “Indo agora com o PR Jair Bolsonaro e ministros para a CIA, uma das agências de inteligência mais respeitadas do mundo. Será uma excelente oportunidade de conversar sobre temas internacionais da região com técnicos e peritos do mais alto gabarito”. Na noite de ontem, o porta-voz da presidência, Otávio Rêgo Barros, informou que compromissos oficiais poderiam ser organizados. Entretanto, nenhuma agenda oficial foi comunicada aos jornalistas.