Mourão “se segura para não entrar no Coliseu de Roma” contra Carluxo

BR: Na expressão passada ao colunista Josias de Souza, do Uol, por um amigo do vice-presidente Hamilton Mourão, o general “está se segurando para não entrar no Coliseu de Roma” em luta contra Carlos Bolsonaro. Explique-se: na Roma Antiga, os gladiadores se enfrentavam até a morte, aos olhos do imperador e da legião popular.

Como não quer ver correr sangue na contenda verbal que os filhos do presidente Carlos e Eduardo, com participações especiais de Flávio, travam contra si, Mourão tem optado por avisar, nos bastidores, que sua paciência está chegando ao fim.

Na tarde desta quarta-feira 24, depois de tuitar contra Mourão pela manhã, sendo apoiado pelo irmão 03, o 02 deixou vazar que sua suspeita é a de que o vice, filiado ao PRTB, tente organizar uma base parlamentar própria para ter cacife, numa eventualidade, de enfrentar Bolsonaro no Congresso.

Com prestígio no Exército, onde se alinhou com a linha dura dos tempos modernos, atirando na primeira hora contra a então presidente Dilma Rousseff, Mourão sabe que, se responder no mesmo nível dos ataques que sofre, pode abrir uma crise institucional. Nesse caso, os leões que também apareciam no Coliseu para agregar violência às lutas dos gladiadores, podem saciar seu apetite sem discriminar quem é filho de quem – e sobrarem dentadas para o próprio imperador.