Mourão faz defesa tosca de Bolsonaro: “Aqui no Brasil, qualquer coisa é impeachment, né? Deixa o cara governar, pô!”

Ao Estadão, o vice-presidente Hamilton Mourão diz não haver possibilidade de um pedido de impeachment prosperar. “Aqui no Brasil, qualquer coisa é impeachment, né? Deixa o cara governar, pô!”, afirma o vice, para quem o País não está quebrado: “Foi uma figura de retórica”.

“O governador Doria virou garoto-propaganda da vacina e acabou metendo os pés pelas mãos. Apareceu na TV para dizer que a vacina tinha um valor ‘x’ de eficácia, quando não era verdade. Em nenhum momento ele compareceu para se retratar.”

“Hoje eu não vejo adversário para o presidente Bolsonaro. O que é mais destacado como concorrente é o governador Doria, mas eu julgo que o presidente continua vencendo. Acho que Luciano Huck é fogo de palha. Na hora H, sai fora.”

“Não vejo hoje que haja condição de prosperar qualquer pedido de impeachment contra o presidente Bolsonaro, o mais atacado, nos últimos anos. Quantos pedidos de impeachment o Sarney, o Fernando Henrique, o Lula tiveram? Só a Dilma, coitada, é que não conseguiu sobreviver. E o Collor, obviamente. Aqui no Brasil qualquer coisa é impeachment, né? Deixa o cara governar, pô!”

“A Operação Verde Brasil 2 permitiu redução no desmatamento, ao longo do ano passado. Também houve redução no número de queimadas. No próximo dia 27 eu tenho uma live com o pessoal do World Economic Forum. E no dia 29 eu faço nova reunião virtual com aqueles investidores que haviam feito uma carta sobre os problemas da Amazônia.”