Morte na Lava-Jato: herdeiro da OAS fulminado por enfarte aos 40 anos

Morreu nesta quinta-feira César Mata Pires Filho, herdeiro da empreiteira OAS, aos 40 anos. A causa da morte ainda não foi confirmada. Semanas atrás, ele sofreu um infarto enquanto prestava depoimento em uma audiência no âmbito da Operação Lava Jato, em Curitiba. Mata é acusado de corrupção na construção de um prédio da Petrobras em Salvador.

Durante o interrogatório, em 8 de julho, na 13ª Vara Federal de Curitiba, o empresário passou mal e bateu com a cabeça em uma mesa. Socorrido, foi hospitalizado, onde passou por um procedimento cirúrgico. Ao longo dos dias, seu quadro de saúde não evoluiu.   No ano passado, Cesar se entregou à Polícia Federal após ter prisão temporária decretada pela juíza Gabriela Hardt. Tempos depois pagou uma fiança de R$ 28 milhões e foi solto.