Moro leva tiro. E é de canhão!

BR: Um ícone está sob pressão. O ministro Sergio Moro, quando era juiz, não se comportou como tal, dizem os diálogos revelados pelo site Intercept.

Para prender o ex-presidente Lula, Moro pilotou a Operação Lava-Jato, fez do procurador Deltan Dallagnol seu valete e determinou os rumos, nem sempre republicanos, da investigação.

Foi policial e magistrado ao mesmo tempo, o que a Constituição proíbe.

O episódio constitui o primeiro tiro certeiro na reputação imparcial de Moro. Ficou claro, pelos diálogos, que ele tem, sim, um lado.