Mandetta se arrepende de entrevista ao Fantástico e abre porta a Bolsonaro para demiti-lo; muito barulho para isso?

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, afirmou a interlocutores que cometeu um erro ao dar uma entrevista ao Fantástico, da TV Globo, no domingo (12). De acordo com o jornal Folha de S.Paulo, o ministro reconheceu que seu cargo está novamente ameaçado.

Na entrevista, Mandetta fez diversas críticas indiretas ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido). De acordo com interlocutores do governo ouvidos pela Folha, o ministro foi avisado de que seu cargo estaria ameaçado, já que Bolsonaro acredita que Mandetta perdeu parte do apoio que tinha dos militares.

Além disso, a falta de mobilização das redes sociais em defesa do atual ministro também é vista pelo presidente como uma brecha para efetuar a demissão. No entanto, os auxiliares afirmaram à Folha que a decisão de demitir Mandetta geraria desgaste e, por isso, o presidente tem sido aconselhado a esperar o fim da pandemia.

Nesta terça-feira (14), o vice-presidente, general Hamilton Mourão, afirmou que o ministro da Saúde cometeu uma falta grave. “​Cruzou a linha da bola, não precisava ter dito determinadas coisas”, disse o vice em entrevista ao jornal O Estado de S.Paulo.

No entanto, Mourão também avaliou que o melhor seria o presidente não demitir o Mandetta neste momento.