Major Olímpio prevê que governo “vai tomar um cacete e pedir desculpas” por salário mínimo sem aumento real: “Trava de vez a Previdência”

Após analisar a proposta do governo de corrigir o salário mínimo apenas pela inflação em 2020, o líder do partido do presidente Jair Bolsonaro no Senado, Major Olímpio (PSL-SP), disse ter chegado a uma conclusão: “o governo vai tomar um cacete e pedir desculpas, senão trava de vez a Previdência”.

“Politicamente fiquei preocupado”, disse Olímpio ao jornal Folha de S. Pauloa, por mensagem, na madrugada desta terça-feira (16).

“Ao valor do salário mínimo, muitos custos estão atrelados, então, o governo está indo no limite do que entende possível. Mas a questão será muito polêmica, sem a certeza mesmo que hoje o governo consiga maioria”, ponderou o correligionário de Bolsonaro.

“Dentro do novo debate, com a nova política, na prática, se o centrão se juntar à oposição, o governo já toma um tremendo cacete. E ainda neste momento, o governo vai tomar um cacete e pedir desculpas, senão trava de vez a Previdência”, disse o líder do PSL no Senado.