Mais isolamento; Reino Unido barra passageiros chegados do Brasil; “Reduzir o risco de importar infecções”; nova cepa descoberta no Amazonas assusta o mundo

O Reino Unido decidiu barrar passageiros vindos do Brasil, Portugal e de outros 14 países por conta de uma nova variante do coronavírus. A proibição foi anunciada nesta quinta-feira (14), pelo ministro britânico dos Transportes, Grant Shapps.

“Tomei a urgente decisão de proibir as chegadas (…) após a evidência de uma nova variante no Brasil”, escreveu Shapps no Twitter.

Grante justificou a suspensão de viagens entre Portugal e o Reino Unido por conta de suas “fortes ligações com o Brasil”, e alegou que é uma forma de “reduzir o risco de importar infecções”.

Segundo o G1, o transporte de mercadorias e produtos essenciais entre os dois países será mantido com uma permissão especial.

A decisão não vale para cidadãos britânicos que queiram voltar para a casa ou para estrangeiros com permissão de residência no Reino Unido. Porém, o ministro explicou que todos os viajantes que passarem por esses países deverão fazer um isolamento obrigatório de dez dias.

A medida é válida para voos vindos dos seguintes países: Argentina, Brasil, Bolívia, Cabo Verde, Chile, Colômbia, Equador, Guiana Francesa, Guiana, Panamá, Paraguai, Peru, Portugal, Suriname, Uruguai e Venezuela.