Presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, durante cerimônia em Brasília 07/06/2017 REUTERS/Ueslei Marcelino

Maia vê gravidade em tuítes de ‘Menino Maluquinho’ e rebate: “Ele afronta a democracia. É autoritário ou tem algum problema”

BR: A orientação de estabelecer um confronto nas ruas, via manifestações pró-governo, entre o Palácio do Planalto e a ‘velha política’, representada pelo Congresso Nacional, não ficou sem resposta.

Assim que tomou conhecimento das postagens do assessor especial do Palácio do Planalto Filipe Martins, um dos mais próximos ao presidente Jair Bolsonaro, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, reagiu em defesa da democracia, que ele considerou afrontada:

“Uma pessoa que afronta a democracia brasileira nas redes sociais, você me desculpa, ou ele é autoritário, ou ele tem algum problema. E nós não podemos aceitar. A gente não pode brincar com a democracia no Brasil”, disse Maia ao jornal O Estado de S. Paulo.

“É por isso que o Twitter é tão importante para eles”, prosseguiu Maia. “Essa disputa do mal contra o bem, do sim contra o não, do quente contra o frio é o que alimenta a relação deles com parte da sociedade. Só que agora eles venceram as eleições. Num País democrático, não é essa ruptura proposta que vai resolver o problema.”