Brazilian President Jair Bolsonaro speaks during a joint press conference with his Argentine counterpart Mauricio Macri (out of frame) after holding a working meeting at Casa Rosada Presidential Palace in Buenos Aires on June 6, 2019. (Photo by Juan MABROMATA / AFP)

Maia dinamita ideia de Bolsonaro e Guedes de criar moeda única Brasil-Argentina: “Inflação voltando? Espero que não”.

BR: Com pouco a dizer além de atacar a ex-presidente Cristina Kirchner e dar apoio explícito ao presidente Mauricio Macri, o presidente Jair Bolsonaro afirmou ontem em reunião com empresários argentinos, em Buenos Aires, que intenciona a criação de uma moeda única entre Brasil e Argentina.

“Como aconteceu com o euro lá atrás, pode acontecer com o peso real aqui”, disse Bolsonaro aos argentinos, classificando a moeda única como “um sonho”.

No ‘day after’ da proposta, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, fuzilou a ideia com uma série de indagações em sua conta no Twitter:

“Será? Vai desvalorizar o real? O dólar valendo R$ 6,00? Inflação voltando? Espero que não”, afirmou Maia na rede.

Nem mesmo o ministro da Economia, Paulo Guedes, levou o assunto adiante com seriedade. Presente à reunião com os empresários argentinos, o ministro disse que, sim, a ideia é boa, mas realizável somente daqui a 20 anos.