Justiça à prova: turma do STJ que vai julgar habeas corpus de Temer já negou o benefício a mulher humilde que furtou frango e ovo de Páscoa; como será com político poderoso?

BR: A Sexta Turma do Superior Tribunal de Justiça vai julgar nesta sexta-feira 9 um pedido de habeas corpus feito pela defesa do ex-presidente Michel Temer – e também julgar a si mesma.

No ano passado, a mesma Turma, que tinha como relator o ministro Nefi Cordeiro, negou habeas corpus para uma mulher condenada pelo furto de um frango e um ovo de Páscoa. Com três filhos e condenada a 3 anos e dois meses pelo ato, ela seguiu presa e teve um quarto filho dentro do cárcere.

Pode-se dizer, assim, que a Sexta Turma julga de modo extremamente severo, certo?

É o que se verá nesta sexta-feira 10, quando toda a influência do ex-presidente Temer junto ao Judiciário será julgada junto de seu pedido de habeas corpus.

Se conceder o benefício ao ex-presidente, a Sexta Turma será lembrada para sempre pela diferença de medida empregada no caso do réu famoso – e que se mostrará ainda poderoso – e no da mulher humilde.