João de Deus definha, não dorme e tem pensamentos suicidas; fim trágico para a vida dupla de médium e maníaco sexual

BR: Se há verdade no ditado popular ‘aqui se faz, aqui se paga’, o médium João de Deus é uma prova viva. Preso desde o dia 16 de dezembro no Núcleo de Custódia Prisional de Aparecida de Goiânia, após relatos de mais de duas centenas de mulheres de ter sido autor, desde longa data, de molestamentos sexuais e estupros, inclusive de menores de idade, ele experimenta o inferno na terra.

Laudos psiquiátricos revelados pela revista Veja mostram que ele convive com pensamentos suicidas, é acometido de insônia, tem perda de memória recente e está completamente largado como ser humano: não escovas os dentes, urina no próprio corpo, não penteia os cabelos e está com barba desgrenhada. Emagreceu 17 quilos em menos de três meses de cadeia. Um caco. A recomendação é a de que ele seja internado em uma clínica psiquiátrica, sob pena de definhar até morrer na prisão. Para quem já teve uma fortuna estimada em R$ 100 milhões de reais, fama e prestígio no mundo tudo, o capítulo final de uma vida dupla, de médium e maníaco sexual, não poderia ser mais trágico. fffff