Comiss‹o Especial do Impeachment 2016 (CEI2016) ouve os autores do pedido de impedimento da presidente Dilma Rousseff. Ë mesa, jurista Jana’na Concei‹o Paschoal. Foto: Jefferson Rudy/Agncia Senado

Janaína dá novo passo de afastamento de Bolsonaro, diz que ele erra muito e admite querer ser presidente: “Não descarto”

Ao site Universa, veiculado no portal Uol, a deputada estadual Janaína Paschoal deu entrevista consolidando mais um passo de afastamento em relação ao presidente Jair Bolsonaro. Ela considerou “completamente grave” a indicação, por ele, do filho Eduardo para embaixador do Brasil nos EUA. “Não poderia de jeito nenhum. Na minha leitura, isso fere a lei de improbidade administrativa e é ilegal”, afirmou.

Para ela, ao criticar aspectos que considera negativos na administração do País, Bolsonaro “perde a paciência e escracha. Até as pessoas que concordam com ele ficam chocadas”, diz. “Tive a oportunidade de dizer para ele tomar cuidado na intensidade. Por exemplo: ele tinha de zoar a cabeça do ministro numa live?”, perguntou, referindo-se às brincadeiras do presidente com o titular da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas. “Ele tem de lembrar que é o chefe da Nação, e exemplo para muitos jovens. Então, quando faz bullying com o ministro em rede nacional, está, em certa medida, dando mau exemplo”, crava ela.

Perguntada se tem planos para disputar a Prefeitura de São Paulo, Janaína disse que nunca teve essa intenção. Sobre a Presidência da República, respondeu: “Não agora, mas não descarto”.