Inútil, Malafaia tenta afastar Bolsonaro de prisão de Ribeiro por corrupção; “Qual a condenação”, pergunta dono de igreja; assista

Silas Malafaia abandonou Milton Ribeiro para proteger Jair Bolsonaro. Em vídeo publicado em seus canais, ele disse ter “moral” para falar sobre o caso e disse que pediu o afastamento do então titular do Ministério da Educação (MEC). O pastor reclamou de Jair Bolsonaro ser culpado pela prisão.

“Qual a condenação de Bolsonaro? Qual o envolvimento dele em corrupção?”, questiona. Ele ainda cita, claro, o PT ao falar sobre o caso. Veja o vídeo:

https://youtube.com/watch?v=AQ-hNo9CkSM%3Ffeature%3Doembed

Apesar de seu foco ser proteger Bolsonaro, ele criticou as investigações contra o ex-ministro.

“Se eles estão presos por suspeita de corrupção, cadê os caras, os prefeitos, não tem prefeito suspeito? Corrompeu quem? Como é que é? A Polícia Federal não pediu a prisão dos prefeitos? Estranho, não é?”, questionou.

Ribeiro foi preso nesta quarta (22) por suspeita de por corrupção passiva, prevaricação advocacia administrativa e tráfico de influência. Além dele, foram alvos da Polícia Federal dois pastores. Eles estão citados na operação “Acesso Pago”, que apura corrupção na liberação de verbas do FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação).