SP - GENERAL-MOURÃO-ABIMAQ - GERAL - O general Hamilton Mourão, vice na chapa do candidato Jair Bolsonaro participa de encontro com presidenciáveis, na sede da ABIMAQ, localizada na Avenida Jabaquara, em São Paulo (SP), nesta quinta-feira (20). 20/09/2018 - Foto: RENATO S. CERQUEIRA/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

Inclusão de Mourão na malha fina da Receita Federal vai parar na mídia

O colunista Bernardo Mello Franco, do jornal O Globo, informa neste domingo 17, que o vice-presidente Hamilton Mourão caiu na malha fina da Receita Federal. Ele recebeu o auto de infração em 2 de janeiro, um dia depois de tomar, quando ainda saboreava o resultado prática da vitórias nas urnas presidenciais de 2018.

A Mello Franco, Mourão justificou ter esquecido de anexar à sua declaração ao Leão três recibos de despesas médicas com sua mulher, de quem ficou viúvo em 2016. Esses papeis, segundo o vice-presidente, foram recentemente encontrados entre documentos guardados em seu apartamento no Rio de Janeiro e já encaminhados ao Fisco.

Fica no ar, porém, uma dúvida: como a informação sobre uma notificação sigilosa a um contribuinte – a anotação na malha fina – foi parar na mídia? O Leão passou a falar?