Maia chega ao Congresso 11/7/2017 REUTERS/Adriano Machado

“Inadmissível”: Maia derruba pedido de impeachment de Feliciano contra Mourão por simples “propósito acusador”

BR: O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, mais uma vez agiu como bombeiro. No final da tarde desta quarta-feira 24, ele negou acolhimento ao pedido de impeachment contra o vice-presidente Hamilton Mourão feito pelo deputado Marco Feliciano. Agiu de modo diferente do presidente Jair Bolsonaro, que não exprimiu nenhuma crítica ao gesto de Feliciano, vice-líder do governo na Câmara.

A conferir, nas próximas horas, as reações do clã Bolsonaro, e do próprio Feliciano, ao fim do sonho do impedimento de Mourão. Os ataques ao vice têm sido cada vez mais frequentes e pesados por parte, especialmente, de Carlos Bolsonaro, o 02.

Acompanhe notícia a respeito:

Agência Câmara_ O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, negou seguimento à denúncia apresentada pelo deputado Pr. Marco Feliciano (Pode-SP) contra o vice-presidente da República, Hamilton Mourão.

Feliciano pediu o impeachment de Mourão por acusá-lo de “conduta indecorosa, desonrosa e indigna” e de “conspirar” para conseguir o cargo do presidente Jair Bolsonaro.

Maia disse nesta quarta-feira (24) que a denúncia é “inadmissível” e tem “propósito acusador”, por se tratar de condutas não referentes ao exercício do cargo.