Greve contra a reforma da Previdência para metrô parcialmente em SP; ônibus circulam

BR: A julgar pelo boletim da SPTrans, órgão responsável pelo transporte coletivo da capital paulista, a greve contra a reforma da Previdência, convocada pelas centrais sindicais, não começou o dia, na maior cidade do país, com a força esperada.

Segundo a SPTrans, 100% da frota de ônibus da capital circulava normalmente às 6h30. Já o metrô teve três linhas suspensas, com  previsão de não funcionamento ao longo de todo o dia.

Às 11h00, as centrais realizam manifestação em frente à sede do INSS em São Paulo, no viaduto Santa Ifigênia. fffff