Greenwald fala das madalenas arrependidas: “Quantos jornalistas passaram 2018 dizendo que não havia diferença entre Bolsonaro e Haddad?”; mídia sem memória e autocrítica