Frota requer à Câmara pedido de informações a Bolsonaro sobre explicação de fraude eleitoral; Tábata fala em crime de responsabilidade e motivo para impeachment

O deputado Alexandre Frota (PSDB) apresentou hoje um requerimento à Câmara, para que sejam solicitadas a Jair Bolsonaro informações sobre a suspeita de fraude eleitoral nas eleições de 2018. A deputada Tábata Amaral (PDT-SP) acredita que, sem provar suas acusações, Bolsonaro comete crime de responsabilidade e é passível de processo de impeachment.

Nos Estados Unidos, onde cumpria agenda oficial, Bolsonaro afirmou ontem à noite que em breve apresentará provas de que teve votos para vencer a eleição de 2018 em primeiro turno e que só foi levado a disputar o pleito diretamente com Fernando Haddad por fraude nas urnas eletrônicas.

Frota disse que “se faz absolutamente necessário, premente e urgente a apresentação das provas a respeito da respectiva declaração”.

A íntegra do requerimento:

“Requeiro a V. Exª, com base no art. 50 da Constituição Federal e na forma dos arts. 115 e 116 do Regimento Interno, que, ouvida a Mesa, sejam solicitadas informações ao Presidente da Republica Jair Messias Bolsonaro, apresente as provas relacionadas à declaração realizada no dia 09 de março de 2020, no tocante à fraude ocorrida nas eleições de 2018, conforme afirmado no discurso realizado nos Estados Unidos da América.

O Excelentíssimo Sr. Presidente da República, fez um discurso, na data supra citada, afirmando ter provas de fraude ocorrida nas eleições de 2018.

Com o intuito de trazer à população uma maior clareza e transparência do processo eleitoral em tela, se faz absolutamente necessário, premente e urgente a apresentação das provas a respeito da respectiva declaração.”