“Fontes riram quando perguntei”, diz correspondente nos EUA Raquel KrähenBül, da Globonews, sobre hipótese de Trump nomear filho Eric como embaixador

BR: Se para a história do Itamaraty é de chorar, nos Estados Unidos é para rir a hipótese de um presidente, no caso Donald Trump, indicar o filho, Eric, como embaixador do país no exterior.

A correspondente da Globonews Raquel KrähenBül, nos EUA, perguntou para fontes diplomáticas sobre a hipótese, em comparação ao fato de verdadeiramente, no Brasil, o presidente Jair Bolsonaro ter indicado o filho Eduardo como embaixador nos EUA.

Olhe o que ela escreveu:

“Todas as autoridades com quem conversei agora na Casa Branca e Departamento de Estado não ouviram nada sobre Eric Trump ser apontado para embaixador dos EUA no Brasil (Fontes riram quando perguntei)”.

É para rir ou chorar?