Filiado ao Novo e funcionário da CVM é autor de texto que Bolsonaro usou para dizer que Brasil é “ingovernável”

BR: O texto do dia, que os meios políticos comentaram, já não é mais de autor desconhecido. Atende pelo nome de Paulo Portinho, é filiado ao Novo e funcionário da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) o autor do texto distribuído pelo presidente Jair Bolsonaro em suas redes de WhatsApp.

“Não sabia que ia ter uma repercussão dessas. Não gostaria de ficar exposto. Pessoalmente, foi uma coisa que me deixou chateado. Não sabia que ia chegar a essa ponto. Era uma coisa para as pessoas que participam da minha rede pessoal, só”, disse Portinho, tentando se esquivar da fama.

O certo é que, para dar protagonismo a Bolsonaro, o texto do ‘alter ego’ cumpriu seu papel.