Filiação ao PL afasta ainda mais Bolsonaro de Mourão; chefões do partido não querem o vice na festa de filiação do presidente

Bolsonaro vai se filiar ao PL, e a participação de Mourão é uma incerteza. A direção da legenda não quer a presença do vice. Isto porque o general da reserva não é uma figura bem avaliada pelos caciques. Não se sabe se ele estará no evento.

Conforme apurou o DCM, Mourão está cada vez mais distante do governante. Com a ida de Bolsonaro para o PL, o vice não tem nenhuma certeza que receberá o apoio do presidente em qualquer cargo que possa disputar.PUBLICIDADE

No Rio de Janeiro, Cláudio Castro é quem levará as pautas bolsonaristas na disputa pelo governo estadual. No Senado, o candidato será Romário. No Rio Grande do Sul, Onyx Lorenzoni vai tentar ser governador. O cargo para senador ainda está em aberto e pode ficar nas mãos do general da reserva.

Sem qualquer interesse em sair do PRTB e ir para o Centrão, Mourão perdeu totalmente a voz no governo. “Ninguém quer ele na filiação. Se aparecer, vai ser por teimosia. Ele sabe que agora é inimigo. Tanto que já existem rumores de que ele pulará para o lado de Sergio Moro”, comentou um filiado do Partido Liberal.