FGTS: Bolsonaro abre fogo contra multa de 40% por demissão sem justa causa; “Quase impossível ser patrão no Brasil”

BR: Sempre que pode, e isso acontece muito, o presidente Jair Bolsonaro mostra de que lado está. Nesta sexta-feira 19, ele fez carga contra multa de 40% do FGTS para demissões sem justa causa.

Acompanhe a palavra do presidente a respeito:

“Ele aumentou a multa para evitar demissão. O que aconteceu depois disso? O pessoal não emprega por causa da multa. É quase impossível ser patrão no Brasil”, disse. “Um dia o país vai ter de decidir se quer menos direitos e mais empregos ou todos os direitos e desemprego”, ressaltou.

Bolsonaro está certo?