Falta de consenso sobre papel de Bolsonaro na pandemia faz CPI adiar relatório final; projeção para dia 26

O presidente da CPI da Covid, senador Omar Aziz (PSD-AM), adiou a leitura do relatório final da comissão, prevista inicialmente para esta terça-feira (19), para quarta-feira (20). A data da votação do documento também foi alterada e passou desta quarta-feira (20) para a próxima terça-feira (26).

Em entrevista à GloboNews, o presidente da CPI afirmou que, se o cronograma inicial fosse cumprido, os senadores teriam pouco tempo para ler o relatório elaborado pelo senador Renan Calheiros (MDB-AL).

“Eu acho que, se a gente desse vista por 24 horas, foi meu entendimento e o entendimento do vice-presidente da CPI, seria um curto espaço de tempo para que se analisasse tantos pontos, tantas pessoas que estão sendo indiciadas e porquê estão sendo indiciadas”, afirmou Aziz.

O presidente da CPI disse também que um tempo maior de análise dos documentos é necessário para que os senadores tenham mais detalhes sobre os pedidos de indiciamento e para que a Comissão evite “derrotas jurídicas”.

Mais cedo, o senador Renan Calheiros (MDB-AL), relator da CPI da Covid, informou ao g1 sobre o adiamento e disse que a mudança permite uma melhor discussão sobre o parecer.