“Explícitas diferenças e óbvias incompatibilidades”, alega Youssef para renunciar à Secretaria de Cultura em SP; Ricardo Nunes na mão

O secretário de Cultura da cidade de São Paulo Alexandre Youssef e a diretora da Biblioteca Mário de Andrade Josélia Aguiar pediram demissão de seus cargos na noite desta quarta-feira.

Youssef alegou em uma carta de despedida “explícitas diferenças e óbvias incompatibilidades” ideológicas como motivo para pedir sua demissão. Logo em seguida, Josélia publicou em suas redes sociais: “Acompanhou @aleyoussef na decisão”.

Além dos motivos ideológicos, embora não mencione diretamente o prefeito Ricardo Nunes (MDB), Youssef também citou dificuldades para os descongelamentos de verbas em 2021 e barreiras claras para o aumento substancial do orçamento da Secretaria para 2022″.

Já é a segunda vez que Youssef deixa a pasta. A primeira foi em 2020, quando tinha a intenção de concorrer na chapa de Bruno Covas à reeleição.